Pensamos em comida quase que o tempo todo, mesmo com a correria do cotidiano. Então, fica a pergunta: como controlar a fome e a vontade de comer?

dicas-de-como-controlar-a-fome-e-a-vontade-de-comer

Em primeiro lugar, estamos propensos a buscar sensações prazerosas. O alimento proporciona essa sensação – ainda mais se o que comemos for concentrado nos seguintes elementos:

  • Sal;
  • Açúcar;
  • Gordura;

Esses três elementos, em segundo lugar, são os que mais dificultam o controle da fome e da vontade de comer.

Como controlar a fome e a vontade de comer

Qualquer processo de controle perpassa por questões emocionais.

Se nossos instintos primitivos pensam que ainda vivemos nas cavernas, e por isso temos que ingerir ao máximo açúcares, sal e gorduras antes que acabem, é preciso estabelecer uma nova comunicação consigo mesmo.

Trata-se de um processo conhecido como auto-controle. Ou seja, você deixa de ser movido por impulsos e assume uma postura mental mais inteligente, real e recheada de amor próprio.

Mais inteligente porque você passa a ser estratégico na relação com os alimentos. Um dos meios de fazer isso é se questionar: preciso desse alimento agora? Existe outro de melhor qualidade que pode me levar a substituí-lo?

Perguntas inteligentes levam a uma compreensão do real mais concreta. Você abandona o mundo da fantasia, em geral dominante em nosso imaginário alimentar, responsável por nos fazer pensar que vivemos ou temos o direitos de viver em uma festa de criança cheia de guloseimas.

Assumir uma dimensão do real no que se refere à alimentação é algo que possibilita o entendimento de que somos criaturas biológicas. Nesse entendimento, passamos a buscar alimentos saudáveis. De fato, uma boa alimentação é um processo de amadurecimento.

Uma postura inteligente e real se deve, sobretudo, ao amor próprio que temos por nós mesmos.

Em um mundo competitivo e delirante, como o que nos encontramos, amar a si mesmo é algo difícil para muitos.

Mas o amor próprio é um caminho fácil para assumir uma relação inteligente e real consigo mesma. Isso porque emagrecer se relaciona com um processo de escolhas saudáveis, mais amorosas consigo mesmo.

Seja inteligente, portanto, fazendo escolhas pautadas no real e que ofereçam uma vida mais saudável, bela e longa para você.

Dicas de como lidar com o açúcar

A primeira coisa que você precisa entender é que você não está vivendo em uma festa de criança onde os doces são fartos, disponíveis e passíveis de consumo sem prejuízos.

Na verdade, vivemos na vida real, onde o açúcar ocupa uma posição nem um pouco amigável.

O açúcar é o primeiro vilão de nossa saúde e de nosso emagrecimento. A Organização Mundial da Saúde estabelece uma quantidade máxima dessa substância: 10% do total das calorias ingeridas diariamente. Entretanto, dificilmente alguém consegue comer apenas isso.

Por que é difícil? É fácil de imaginar. Uma pessoa que tenha uma dieta de 3000 calorias diárias, pela OMS, poderia consumir apenas 300 calorias de açúcar – que, na prática, quer dizer que em todo o dia (juntando os cafezinhos e os docinhos da manhã, da tarde e do início da noite) apenas duas colheres de sopa seriam o adequado para uma boa saúde alimentar. Definitivamente, são poucos os que conseguem seguir essa recomendação.

Calma! Não é preciso entrar em pânico! A solução é simples. Basta apenas que o açúcar refinado seja trocado pelo açúcar mascavo ou pela geleia real. Assim, o controle da fome e da vontade de comer ficará mais fácil. Além disso, esse tipo de substância possui os seguintes nutrientes.

Existem também outras alternativas de doces ofertados pela própria natureza. Frutas e legumes, por exemplo, não raro apresentam sabores adocicados que podem muito bem substituir uma torta engordante.

Frutas, sobretudo, possuem a frutose, um açúcar amigo que energiza e não engorda.

O importante é tomar uma atitude madura e inteligente em relação a escolha dos açúcares que você irá consumir.

Gordura como vilão

A quantidade ingerida de alimentos determina a diferença entre o prazer e o vício naquilo que comemos. O maior sabor do alimento está concentrado na gordura. Logo, alimentos ricos em gordura não ajudarão a controlar a fome e a vontade de comer.

O que se sabe é que a gordura é essencial para o nosso organismo. Todavia, o que se pode fazer é escolher alimentos que não contenham índices elevados de gorduras saturadas. O melhor a fazer é reduzir o consumo dos seguintes produtos:

  • Carnes;
  • Queijos;
  • Frituras;

Ao selecionar os alimentos gordurosos que somente lhe trazem malefícios, não só estéticos mas também para sua saúde, você toma uma atitude mais positiva em sua vida.

Em conjunto, você obtém um processo de emagrecimento mais saudável e com resultados mais assertivos para a meta de emagrecimento.

 

Reorganize as refeições

Para controlar a fome e a vontade de comer é preciso estabelecer horários claros para se alimentar, sendo que os nutricionistas e médicos recomendam comer a cada três horas diárias – essa é a melhor maneira de combater a fome, segundo esses especialistas.

Outra dica importante é fazer da alimentação uma pirâmide invertida. O que é isso? Ora, é fazer da primeira alimentação a mais reforçada – para controlar a fome e a vontade de comer ao longo do dia. Com um café da manhã reforçado, as próximas refeições podem ser feitas em níveis menores.

Há uma brincadeira que se costuma dizer por ai que está carregada de verdades ao se reprogramar os horários de alimentação: realize um café da manhã como um rei, o almoço como um príncipe, o lanche da tarde como um plebeu e a janta como um pobre.

Parece mera brincadeira, mas esta sugestão ilustra basicamente a postura que devemos ter mediante as refeições.

Parte-se do primeiro horário do dia, que será fundamental para termos enfrentarmos nosso cotidiano com energia. Finda com a ingestão de poucas nutrientes, afinal quando dormimos apenas armazenamos, já que não realizamos qualquer atividade física.

Outra dica importante é que não se deve passar mais de três horas sem se alimentar.

Isso não quer dizer que você deve realizar um banquete a cada três horas! Por isso, invista nas frutas, fáceis de carregar e capazes de dar energia e saciedade nos intervalos entre as grandes refeições.

Queima de 48 Horas 2.0 Vinícius Possebon

Deixe Seu Comentario

Comentar

Quer Receitas para Emagrecer de Vez?!  Livro Emagrecer de Vez É O Guia Completo!