Dieta proteica, como funciona?

Dieta proteica, como funciona? Também chamada de dieta de proteínas, a dieta proteica é cada vez mais utilizada por pessoas que desejam emagrecer e perder peso de modo rápido e sem prejuízo à saúde física e mental.

No entanto, a dieta proteica é vista como sendo uma dieta difícil de ser realizada por algumas pessoas, o que acaba fazendo com que muitas delas acabem não fazendo uso desta importante e eficiente dieta.

Portanto, nas próximas linhas, nós vamos falar da dieta proteica, como funciona, detalhando tudo sobre ela, para que qualquer pessoa possa fazer uso dela de modo inteligente e com resultados impressionantes.

 

Como funciona

A dieta proteica, como funciona a base de proteínas, tem toda a sua lógica norteada pela ingestão de alimentos que sejam ricos em proteínas, fazendo com que a gordura seja retirada do menu, ao menos durante um tempo.

Ela funciona por meio da redução da ingestão de carboidratos, que acaba acarretando na diminuição da presença de glicose no sangue, o que ajuda a diminuir a presença de gordura no organismo, já que o corpo passa a usar a gordura presente como fonte de energia.

Ao ingerir somente alimentos ricos em proteínas, com pouca gordura e sem a presença de açúcar, a pessoa passa a queimar mais gordura existente no corpo, que é utilizada como energia para fazer com que o organismo se mantenha em pleno funcionamento.

Portanto, para que ela funcione, é fundamental que se utilize somente os alimentos ricos em proteínas, eliminando, de preferência, a presença dos alimentos ricos em açucares e em carboidratos do cardápio.

Carnes magras (bovina e de aves), verduras, legumes e frutas devem dominar uma dieta proteica, deixando de lado os alimentos gordurosos, os alimentos com forte presença de açúcar e os alimentos ricos em carboidratos.

 

Foco nos vegetais

Apesar de uma dieta proteica quase sempre ser associada à grande ingestão de carnes, preferencialmente bovinas e magras, o fato é que para muitos especialistas, o foco de uma boa dieta de proteínas deverá ser outro.

Para estes especialistas, para garantir que o organismo tenha garantida uma quantidade boa e aceitável de nutrientes, será essencial que o foco da dieta seja direcionado para a ingestão de verduras e legumes.

Com isto, a pessoa passa a ter acesso à uma dieta equilibrada e que não deixa nada a desejar no quesito ingestão de nutrientes para manter o corpo em pleno funcionamento.

 

Não é necessário retirar todos os carboidratos

Apesar de ser quase que unânime entre os especialistas no assunto que uma dieta proteica deverá retirar os carboidratos do cardápio, o fato é que uma boa e equilibrada dieta de proteínas deverá ter ao menos a presença de alguns tipos de carboidratos para funcionar.

Os chamados carboidratos lentos deverão estar presentes na dieta proteica, sendo que dentre os principais tipos de carboidratos deste grupo, se destacam os feijões, as lentilhas e também as ervilhas, entre outros.

Diferentemente de outros tipos de carboidratos, eles oferecem uma quantidade de açúcar menor, mas em compensação oferecem uma dose de fibras para o bom funcionamento dos intestinos.

 

Considerações finais sobre a dieta proteica

Antes que você saia desse artigo, gostaria de te disponibilizar um e-book grátis com técnicas que podem te ajudar a Sair do Sedentarismo a Barriga Chapada. Esse e-book foi desenvolvido por um dos personais trainers mais famosos do Brasil. Além desse e-book grátis, esse personal trainer desenvolveu um programa de emagrecimento que atualmente possui mais de 31 mil alunos inscritos. Para conhecer o trabalho desse personal trainer, acesse: E-book Q48 Horas 2.0.

queima-de-48-horas-2-0-download-ebook-capa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *