Você conhece as Dietas com Jejum que tanto se fala na mídia?

Fazer jejum não é, nem de longe, uma novidade nas dietas alimentares. Antes mesmo de virar moda, como a dieta do jejum intermitente e tantas outras.

O jejum sempre foi considerado parte de processos de desintoxicação alimentar, até mesmo por algumas religiões como o budismo e o judaísmo. Ou seja, há séculos pessoas do mundo todo praticam o jejum por alguma razão…

Arriscamos dizer que desde os primórdios o método de alimentação dos humanos tem registros de jejum – quando o homem primitivo dependia da caça para se alimentar e passava dias sem comer.

Alguns especialistas são contra, mas outros alegam que é possível sim obter bons resultados em uma dieta com jejum.

O fundamental é que ele seja feito de forma consciente, preferencialmente acompanhado por um nutricionista.

Neste artigo, vamos abordar tudo sobre dietas com jejum para que você tome a decisão certa ao incluir esta prática na sua rotina sem prejudicar a saúde. (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Aqui no Infoemagrecimento.com, vamos responder a maior dúvida de todos que nos procuram para saber sobre jejum: (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Fazer dietas com jejum realmente emagrece?

Tudo sobre Dietas com Jejum

A privação de comida por determinado período de tempo leva o corpo a queimar a gordura reserva do organismo.

Por isso, o jejum pode ser administrado por pequenos períodos de tempo a fim de acelerar seu emagrecimento.

Quando o jejum é feito de maneira cuidadosa e programada, pode também ajudar você a eliminar alguns vícios da alimentação como o consumo excessivo de açúcar e carboidratos.

E isso contribui para reduzir a sensação de estarmos sempre precisando comer a todo o instante, etc.(RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Mas antes de prosseguirmos, é fundamental que você tenha total conhecimento sobre os perigos que o jejum pode trazer para sua saúde. Saiba, a seguir, porque muitos médicos não recomendam esta prática:

5 Perigos de um jejum mal feito

Tudo sobre Dietas com Jejum

Tudo depende, é claro, de como o jejum é feito. Para que você tenha mais segurança, o melhor é ter conhecimento de todos os riscos que os especialistas divulgam a respeito do jejum. Veja! (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

  1. Diabetes

Quando fazem jejum muito prolongado, as pessoas tendem a sentir mais fome depois e comem mais do que o que comeriam normalmente.

Algumas dietas garantem que essa reação é normal e não prejudica o emagrecimento (é o caso da Dieta do Guerreiro, sobre a qual vamos falar a seguir).

O problema, segundo os médicos, é que isso pode provocar mudanças no funcionamento da insulina.

Ela é a responsável pelo processo de liberação da glicose no sangue. O resultado disso é o risco elevado de desenvolver diabetes.

  1. Alterações de humor

Quando não ingerimos calorias, o corpo passa a recorrer às reservas de gordura – e é isso que faz você perder peso com o jejum.

Mas em contrapartida, você poderá se sentir fraco e desmotivado justamente pela perda da energia do organismo.

O humor é o primeiro a ser afetado, quem nunca ouviu aquela máxima “cara feia é fome”? A questão é que ficar sem comer por longos períodos pode deixar você irritado e desanimado.

  1. Hipoglicemia

Algumas pessoas podem desenvolver quadros de hipoglicemia, necessitando interromper o jejum para evitar riscos maiores à sua saúde.

A hipoglicemia ocorre justamente quando os níveis de glicose do sangue ficam abaixo do que o organismo necessita. Os sintomas são tontura, náuseas, palpitação, às vezes levando a pessoa a perder os sentidos.

  1. Desequilíbrio nutricional

Bastante evidente, sem consumir as calorias diárias você também deixa de consumir uma série de nutrientes necessários para que seu corpo funcione bem.

Pode experimentar, no caso de jejuns prolongados, a desidratação do organismo, queda dos índices de potássio que geram cãibras, náuseas, cansaço físico, prisão de ventre, entre outros sintomas.

  1. Ácido Úrico

O aumento do ácido úrico é bastante comum quando aderimos a dietas restritivas sem os cuidados necessários com a saúde.

Os sintomas mais comuns são as dores nas articulações e inchaços, o que prejudica bastante a qualidade de vida.

Os problemas renais também podem se desenvolver com o jejum feito da maneira incorreta e isso gera dores fortes nas costas e ardência ao urinar.

Mas é claro que esses riscos não ocorrem quando você faz uma programação com um profissional e segue a dieta sem exceder o período de jejum.

(RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

E você sabe quais são os tipos de dietas com jejum que existem atualmente?

Aqui falamos um pouco sobre cada tipo. Mas vamos explorar um pouco mais o assunto agora para que você não tenha dúvidas.

3 Principais tipos de Dietas com jejum

Tudo sobre Dietas com Jejum

  1. Dieta do Guerreiro (Warrior Diet)

Num dia inteiro, se alimentar por 4 horas e passar as outras 20 em jejum. É o que sugere a Dieta do Guerreiro.

Propagada por Ori Hofmekler, autor do livro The Warrior e editor-chefe da revista Mind and Muscle Power, essa dieta promete perda de peso com ganho de massa muscular aliando o jejum a uma prática de exercícios físicos.

Para conseguir este resultado, contudo, a pessoa deve seguir um plano bem radical de jejum.

A orientação principal para quem segue é dividir seu dia em dois períodos: o undereating (jejum total ou com líquidos não calóricos) e o overeating (uma refeição reforçada).

Embora a hora definida para se alimentar seja livre, o autor defende que a pessoa não vai comer além do necessário, pois seu organismo se adapta ao jejum utilizando as fontes de energia sem que ocorram picos de insulina.

Durante a fase do jejum de 20 horas, é possível ingerir água, café ou chá sem açúcar e o mínimo de alimentos possível. Em pequenas quantidades, você poderá ingerir frutas e vegetais, por exemplo, como palitos de cenoura crua.

Na fase da alimentação, faça preferencialmente uma refeição só contendo em torno de 3 mil calorias distribuídas entre carboidratos, proteínas, gorduras e vegetais.

A recomendação do autor da dieta é de que você faça o horário da alimentação à noite e depois inicie o jejum contando com as horas de sono.

Na prática, você vai dormir em torno de 7 a 8 horas. Ao acordar poderá tomar um chá sem açúcar e consumir algum vegetal em pequenas porções.

Então levará as próximas horas neste ritmo até a chegada da noite, onde poderá se alimentar de maneira mais livre.

A recomendação é que, mesmo não tendo restrições para a etapa da alimentação, você deve naturalmente evitar alimentos processados e cheios de açúcar.(RECOMENDADO): ➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Isso porque são pobres em nutrientes e não trarão a saciedade que você necessita.

  1. Jejum detox

Esse método é bastante conhecido e defendido por algumas celebridades, como a apresentadora e nutricionista Bela Gil, por exemplo.

A defesa pelo jejum detox é que ele não serve apenas para emagrecer… Que, na verdade, o emagrecimento seria uma consequência natural da desintoxicação feita pelo período de jejum.

Em maneiras gerais, o jejum detox se contrapõe aquele conceito máximo que ouvimos nas últimas décadas: de que é preciso comer muitas vezes ao dia para perder peso.

Segundo seus defensores, o organismo tem condições de se adaptar a um jejum de um dia inteiro a cada semana, por exemplo.

No dia do jejum, a pessoa pode ingerir líquidos sem açúcar como água, chá ou café e caldo de ossos. Pequenas porções de frutas também podem ser ingeridas com moderação.

A atenção aqui fica para as pessoas com problemas de metabolismo. Embora o organismo acostume-se facilmente a períodos de jejum, algumas pessoas respondem de maneira diferente.

Reforçamos a importância de fazer acompanhamento com um profissional para evitar danos à sua saúde.

Existe, na internet, uma série de dietas detox que viraram uma febre nos últimos anos. Os sucos e refeições de desintoxicação podem ser feitos com acompanhamento médico. (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Aqui damos algumas receitas de sucos detox para você compor sua dieta.

Mas se você optar pelo método da dieta com jejum, nos dias seguintes é válido ingerir uma quantidade mais significativa de nutrientes e calorias.

  1. Jejum intermitente

Tudo sobre Dietas com Jejum

A queridinha do momento tem motivo para tanta popularidade. Esta é a mais fácil de seguir e cujo organismo se acostuma mais facilmente. Veja uma lista de vantagens apontadas pelos profissionais defensores desse jejum:

– Promove queima da gordura sem afetar a massa muscular.

– Deixa o corpo saciado. Corta aquela sensação desconfortável de estar sempre com fome que algumas dietas nos fazem desistir.

– Aumenta o resultado com a balança: você emagrece mais rapidamente.

– Controla os níveis de glicose no sangue, sendo importante para quem tem ou corre o risco de ter diabetes tipo 2. (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Na dieta com jejum intermitente, você pode optar por períodos diferentes de intervalo entre uma refeição e outra. Veja:

Jejum de 12 horas

Pode ser que você já tenha feito este jejum sem perceber, pois é bastante comum entre pessoas com o hábito de comer 3 refeições por dia.

A nutricionista Bela Gil defende a ideia de que este é um modelo fácil e saudável de se alimentar.

Simplesmente considere as horas de sono e some as restantes para completar 12 horas sem se alimentar. Nas outras 12, você faz 3 refeições equilibradas e evita petiscar entre elas.

Jejum de 16 horas

Os apreciadores do jejum intermitente geralmente preferem seguir este modelo, pois o resultado é muito positivo. Faça as refeições nas 8 horas restantes sem excessos, concentrando o jejum, por exemplo, entre as 20h e o meio-dia do dia seguinte.

Jejum de 18 horas

Um pouco mais extenso, alguns profissionais defendem a ideia de que 18 horas é o tempo ideal para fazer você perder peso. Caso tenha interesse, poderá fazer o jejum, por exemplo, das 19h às 13h do dia seguinte.

Os demais se enquadram no modelo das dietas descritas acima (de 20 e 24 horas) e, portanto, não vamos falar novamente delas aqui.

Alguma dúvida? Tire todas neste artigo com perguntas e respostas sobre jejum intermitente!

Agora que você conhece os tipos de dietas com jejum, o que poderá comer nas horas permitidas para não estragar a dieta e evitar o efeito sanfona? (RECOMENDADO)➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Veja!

O que comer na dieta com jejum

Tudo sobre Dietas com Jejum

Quando não estiver no período de jejum, dê preferência para refeições bem completas. E você sabe quais são os grupos importantes, né? Proteínas, carboidratos, vegetais e gordura.

Sim, a gordura não é um perigo para a sua dieta, leia aqui e saiba por quê.

Mas mais importante do que saber o que comer para manter o ritmo de emagrecimento saudável com o jejum, você precisa saber o que não comer! Veja:

– Doces com açúcar e gordura hidrogenada,

– Carnes processadas, como salsichas e patês industrializados,

– Bolos industrializados,

– Refrigerantes.

Ao cortar os alimentos acima, você condiciona seu organismo a um estilo de vida muito mais saudável e isso resultará na balança. (Assim como o Rodrigo Polesso fala no Código Emagrecer de Vez) ➤ Clique Aqui para Conhecer o Código Emagrecer de Vez

Sobre as quantidades, há algumas teorias que defendem que o jejum é prejudicial. Elas alegam que ele aumenta a fome e a pessoa volta do jejum comendo muito mais do que antes.

Não é uma verdade! Afinal, o jejum feito de maneira consciente e bem acompanhada, cria um novo hábito ao organismo. Com isso, a sensação e saciedade virá com quantidades menores de comida.

A cada retorno do jejum, faça um prato bem equilibrado com os grupos citados acima e verá que se sentirá confortável e bem disposto para praticar atividades físicas, o que nos leva ao próximo quadro…

O jejum e os exercícios físicos

Tudo sobre Dietas com Jejum

Recomenda-se concentrar a realização da atividade física durante a janela de alimentação. Isso evita queda no rendimento e mal estar. Como fala o Personal Vinicius Possebon no Sistema Queima de 48 Horas

➤ Clique Aqui para conhecer e ter Resultados de 1 ANO em 8 SEMANAS com o Q 48!

A melhor forma é praticar exercícios após a primeira refeição do dia. E concentre as atividades de força entre a segunda e a terceira refeição.

O mais importante é ter acompanhamento de um profissional que acompanhe seu processo de perda de peso. Ele poderá direcionar os melhores exercícios a fim de evitar que você perca massa magra.

Bem, até aqui nós falamos amplamente sobre as vantagens de incorporar o jejum em uma dieta para fins de perder peso com saúde.

No decorrer do texto, falamos sobre os casos de risco que o jejum pode oferecer quando não é feito com orientação profissional.

Também desmitificamos algumas crenças erradas sobre o jejum e falamos sobre os tipos de jejum mais comuns na atualidade.

Por fim, demos dicas sobre alimentação saudável e prática de atividades, que é super importante para garantir os melhores resultados.

Esperamos que esse artigo seja útil para você! E que você possa contar conosco para tirar dúvidas e compartilhar suas experiências.

➤ Clique Aqui para conhecer e ter Resultados de 1 ANO em 8 SEMANAS com o Q 48!

Fique de olho que traremos mais conteúdo exclusivo pra você!

Deixe Seu Comentario

Comentar

Quer Receitas para Emagrecer de Vez?!  Livro Emagrecer de Vez É O Guia Completo!